Egito: Chegaram os corpos dos 21 mártires cotas decapitados pelo Estado Islâmico

Data:   16-05-2018



Egito: Chegaram os corpos dos 21 mártires cotas decapitados pelo Estado Islâmico

Sinos das igrejas e dos mosteiros tocaram festivamente em todo o Egito para celebrar, na noite de ontem, a volta à casa dos restos mortais dos 21 cristãos coptas, “mártires da fé e da Pátria”, decapitados na Líbia em 2015 por um grupo de seguidores do Estado Islâmico. Após três anos e três meses do massacre, os restos mortais das vítimas foram transportados de avião da cidade líbia de Misurata para o Cairo, onde foram recebidos com todas as honras na presença do Patriarca copta ortodoxo Tawadros II junto com Nabila Makram, ministro egípcio para a imigração.

Os corpos dos “mártires da Líbia”, informa a agência vaticana Fides, serão levados para a localidade de al Our, perto da cidade de Samalut, na província de Minya, de onde saíram 13 dos 21 mártires, para serem tumulado na nova igreja-santuário construída para lembrar a memória deles e consagrada a 15 de fevereiro deste anos.

Os restos mortais dos coptas mortos na Líbia pelos jihadistas foram localizados no final de setembro do ano passado numa vala comum perto da costa líbia, não longe da cidade de Sirte. Seus corpos foram encontrados com as mãos marradas atrás das costas, vestindo roupas amarelas como mostrou um vídeo postado pelos assassinos na internet antes da execução. Também as cabeças deles foram encontradas ao lado dos corpos.

A repatriação dos restos mortais dos mártires do Egito, várias vezes anunciada pelos meios de comunicação egípcios, exigiu mais tempo do previsto. Enquanto isto, os exames de Dna permitiram identificar cada um dos corpos dos 21 mártires, sendo que alguns deles morreram pronunciando o nome de Jesus Cristo.

Fonte: Catolicos.