Bispos se reúnem para celebrar a Padroeira do Brasil

Data:   12-10-2017



Bispos se reúnem para celebrar a Padroeira do Brasil

Nesta quarta-feira (11), segundo dia da Festa Jubilar, o Santuário Nacional rezou em memória a todos os arcebispos, bispos, missionários redentoristas e colaboradores vivos e falecidos, durante a Santa Missa das 9h no Altar Central.O representante do Papa Francisco, o cardeal italiano Giovanni Battista Re presidiu a celebração que reuniu diversos bispos do Brasil para refletir o tema ‘Bem-Aventurada Virgem Maria, Mãe da Consolação', junto aos devotos que se faziam presentes na casa da Mãe Aparecida.O Legado Pontifício reforçou a necessidade do cristão recorrer a Nossa Senhora Aparecida, e pedir a sua intercessão para viver uma fé sólida e fiel a Cristo. “Nas celebrações destes dias, queremos pedir a Nossa Senhora Aparecida, estrela da evangelização, que nos ajude a testemunhar e transmitir a fé. Um pai e uma mãe podem até deixar um pouco de herança a seus filhos, mas se eles transmitem uma fé solida, dão lhes o maior patrimônio que será para eles força, apoio, e conforto na vida”, garantiu.Contemplando o tema das Bem-Aventuranças o cardeal reforçou a importância desse ensinamento para a vida cristã. “Como fonte de inspiração para a nossa vida cristã, as bem-aventuranças constituem o centro e a síntese da pregação de Jesus.”Concluindo, o cardeal rogou mais uma vez a Nossa Senhora Aparecida, para que Ela seja a companheira nas lutas da vida. “Que Nossa Senhora Aparecida nos acompanhe nas durezas da vida e nos ajude a crescer na fé, para sairmos vencedores na luta do bem e do mal que se trava no mundo. Que Ela nos ajude a manter na fidelidade dos ensinamentos do seu filho e nos fortaleça a por em prática, as palavras que Ela proferiu em Caná da Galileia: Fazei tudo o que o senhor vos disser!”.Alguns bispos expressaram a sua alegria em celebrar os 300 anos de Nossa Senhora Aparecida, ressaltando a importância do Ano Mariano, que teve início do dia 12 de outubro de 2016 e se encerra amanhã (12).Arcebispo de Brasília e presidente da CNBB, Cardeal Dom Sérgio da Rocha“Todos nós nos sentimos devotos, peregrinos, verdadeiros romeiros de Nossa Senhora Aparecida, é o nosso povo todo que se une nessa celebração tão bonita da nossa Padroeira e é claro que nós temos ocasião de louvar a Deus por tantos sinais do seu amor entre nós, através de Nossa Senhora Aparecida, ao longo desses 300 anos, mas especialmente nesse Ano Mariano. E aqui nos sentimos de modo especial, unidos ao papa Francisco, com a presença do seu representante entre nós, mas também com o episcopado brasileiro que aqui esteve representado nessa celebração eucarística, é o Brasil que festeja a sua Mãe e Padroeira, que se alegra e que quer caminhar unido.”Arcebispo de São Paulo, Cardeal Dom Odilo Scherer“Há um ano estamos comemorando o tricentenário, através do Ano Mariano, tivemos vários momentos bonitos das peregrinações nas Dioceses, tivemos o momento da CNBB em junho, com a presença dos bispos do Brasil. Muita coisa bonita aconteceu e está acontecendo também, sobretudo neste feriado do dia 12, vai ser uma beleza em todas as dioceses do Brasil. Nós mesmos de São Paulo teremos amanhã também, várias celebrações grandes pelas paróquias que são dedicadas a Nossa Senhora Aparecida, teremos uma grande concentração arquidiocesana, eu vou proclamar um Santuário Arquidiocesano de Nossa Senhora Aparecida em São Paulo, no bairro do Ipiranga.”Arcebispo Emérito de Aparecida, Cardeal Dom Raymundo Damasceno Assis“É um momento muito emocionante, muito importante que está vivendo o Santuário e a Igreja no Brasil, são 300 anos de bênçãos e de graças de Deus sobre o povo brasileiro, pelas mãos de Nossa Senhora Aparecida tão querida e tão amada de todo o nosso povo. É o Brasil todo que está aqui reunido aos pés de Nossa Senhora, neste tríduo e amanhã de modo muito especial, no encerramento das comemorações dos 300 anos e do Ano Mariano.”Fonte: Catolicos