Faleceu, aos 83 anos, dom Luis Vincenzo Bernetti e a CNBB envia mensagem de condolências

Data:   13-08-2017



Faleceu, aos 83 anos, dom Luis Vincenzo Bernetti e a CNBB envia mensagem de condolências

A Diocese de Apucarana (PR) comunicou neste sábado, 12 de agosto, o falecimento do bispo emérito dom Luis Vincenzo Bernetti, aos 83 anos de idade, ocorrido nesta sexta-feira, (11), às 18h, na cidade do Rio de Janeiro.

O corpo de dom Luis Vincenzo Bernetti chega neste domingo (13), por volta das 11h da manhã na Catedral Nossa Senhora de Lourdes, em Apucarana.

Às 14h dom Celso Marchiori, bispo diocesano, preside a missa de corpo presente. O corpo segue para Ampere, e na segunda-feira, 14, às 15h, haverá celebração na Igreja Matriz e na sequência será sepultado no cemitério municipal.

O terceiro bispo diocesano de Apucarana. Nasceu no dia 24 de março de 1.934 em Torchiaro de Ponzano di Fermo (AP) na Itália, filho de Oreste Bernetti e Elvira Damiani Bernetti. Foi ordenado presbítero dia 01 de junho de 1.958 em Fermo, na Itália, foi eleito e nomeado bispo titular de Rufiniana e auxiliar de Palmas-Francisco Beltrão dia 12 de junho de 1996 e ordenado dia 25 de agosto de 1996, em Ampére, no Paraná.

Nota de pesar da CNBB:

Nota de condolências da CNBB pelo falecimento de dom Luis Vincenzo Bernetti

Prezado dom Celso Antônio Marchiori.

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) manifesta tristeza e pesar pelo falecimento do bispo emérito da diocese Apucarana (PR), dom Luis Vincenzo Bernetti, ocorrido no final da tarde desta sexta-feira, 11 de agosto.

Recordamos que dom Bernetti foi membro da Presidência da CNBB, Regional Sul 2, representando a Província Eclesiástica de Cascavel, entre 1999 até 2002.

Destacamos seu lema episcopal que era “Euntes Prædicate” (Ide pregar). Uma lembrança bonita do mandato de Cristo que se torna missão de todos nós e da Igreja. A pregação que dom Bernetti procurou também realizar mediante o testemunho da própria vida conforme nos disse o Papa Bento XI na Exortação Pós-Sinodal “Verbo Domini”: “como nos lembra São Jerônimo, a pregação deve ser acompanhada pelo testemunho da própria vida” (VD, n.60).

Rezamos para que dom Bernetti, “tendo participado da morte de Cristo pelo batismo, participe igualmente da sua ressurreição“.

Enviamos nossa saudação ao senhor, aos familiares de dom Bernetti, e a todas as comunidades da diocese de Apucarana.

Em Cristo,

Leonardo Ulrich Steiner - Bispo Auxiliar de Brasília (DF), Secretário-Geral da CNBB

Fonte: CNBB